top of page
Buscar
  • Foto do escritorMarcô Coletivo de Comunicação

O “S” de ESG: conheça 5 boas práticas



Sustentabilidade ambiental, social e governança. Sabemos que a sigla em inglês ESG (Environmental, Social and Governance) pode ser traduzida desta forma, mas o que essas responsabilidades representam no mundo corporativo? Vamos entender um pouco mais sobre o aspecto social da ESG e como colocá-lo em prática nas organizações.


O “S” de ESG diz respeito às responsabilidades com os parceiros, fornecedores e trabalhadores da instituição. Por isso, está diretamente ligado ao conceito de políticas relacionadas aos stakeholders, uma vez que o impacto social pode ser impulsionado a partir dos critérios e compromissos estabelecidos com os seus públicos.


Um exemplo disso são as políticas internas para garantia de direitos dos trabalhadores, assim como princípios adotados para contratação e ascensão na carreira. Temas como respeito aos direitos humanos; segurança no trabalho; salário justo; diversidade de gênero, raça, etnia, credo etc.; proteção de dados e privacidade; satisfação dos clientes; investimento social; e relacionamento com a comunidade local são importantes para o investimento em aumento de indicadores ligados ao aspecto social.


Como podemos trabalhar em cima desses princípios? Algumas boas práticas são:

  1. Apoiar iniciativas locais de impacto social;

  2. Buscar fornecedores locais e responsáveis;

  3. Fomentar ações de impacto sociais na comunidade;

  4. Adotar processos seletivos inclusivos;

  5. Estabelecer guias de condutas e regras para monitorar o respeito aos direitos humanos e às leis trabalhistas.

A sua organização tem realmente investido no “S”?

14 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page